Sempre houve e continuará a haver pessoas que só pensam em trabalhar: é de dia, é de noite, é à semana, é ao domingo e dias santos. É sempre! Tudo gira à volta do dinheiro e da ganância que ele produz. Esquece-se a família, ficam longe os vizinhos e os amigos, não há tempo para Deus. Perde-se o sentido do trabalho e do descanso.
Para outros … “Rica vida, rica vida esta de nada fazer; de manhã é acordar e à noitinha adormecer”!
O trabalho e o descanso são irmãos gémeos que se dão muito bem, se formos capazes de permitir que cada um ocupe o seu lugar e o seu tempo. Tudo é preciso.
Saber conjugar os tempos e as ocupações, saber apreciar os diferentes valores da vida para além do aspecto económico é necessário e importante. Sentar-se, meditar, escutar Deus, dar atenção aos sentido da vida são valores de uma riqueza que não se perde. (P.C.L.)

Deixar uma resposta