Temos um vício terrível de estar sempre a olhar para trás. O presente e o futuro preocupam-nos menos do que o passado. Por isso é que ficámos velhos antes do tempo. É verdade que a vida se constrói a partir do passado, mas o momento presente projecta-nos para o futuro: vida nova que recomeça em cada dia.
É por essa razão que nos é muito difícil esquecer para perdoar. Os erros cometidos, mais os dos outros do que os nossos, raramente desaparecem do nosso horizonte, de tal forma que, quando julgamos alguém, essas referências do passado vêm-nos sempre à mente.
O desafio está diante dos nossos olhos: é preciso mudar. Sempre que eu me coloco na descoberta de Deus, e me encontro com Ele, a minha vida adquire uma nova dimensão: ” Não olheis mais para o que ficou para trás”. O encontro com Deus transforma a minha visão da vida. P.C.L.

 

Deixar uma resposta