Há muitos anos atrás, em situações muito mais difíceis, remava-se contra a corrente.
Apesar das forças que se exerciam no sentido de orientação por critérios únicos, tentava-se, por todos os meios, formar a consciência na opinião pessoal, fundamentada e assumida.
Hoje, a moda é aceitar o “sistema”, é deixar-se ir na enxurrada de uma comunicação social que impõe as regras do pensamento pela cabeça de todos, excepto pela nossa.
Onde estão hoje os verdadeiros Homens de convicção e testemunho de vida, firmes e sólidos, que se governam por princípios e valores reconhecidos e seguros, que não se deixam cair nas armadilhas das “toupeiras” que minam tudo sem se dar por isso?
Até na Igreja … A ignorância e o comodismo de uma fé superficial fazem com que os profetas da simpatia e do facilitismo sobressaiam facilmente, ocultando a exigente e salvadora mensagem de Deus, numa atitude inaceitável à luz do Evangelho.

Padre Costa Leite

Deixar uma resposta