Com a entrada de um novo milénio parecem ter ficado para trás as ideias de um fim do mundo iminente. Falharam todas as previsões!
Mas a morte …
A nossa vida não caminha para o fim. Não nos deixemos enganar. Não há fim do caminho, não há beco sem saída. Há vida em continuidade porque “esta vida não acaba, apenas se transforma” e “Receberemos no céu uma habitação eterna”.
O fim deste mundo passageiro acontece com a nossa morte, que recebe o seu pleno sentido a partir da vida de fé, marcada com a prática das boas obras a que todos somos chamados. Cedo ou tarde, grandes pecadores ou bons homens, ninguém pode honestamente esconder a verdade ou mentira das suas vidas diante da morte, mas todos podemos dar sentido total às nossas lutas, anseios, projectos e realizações porque “Deus será tudo em todos”. Ele e só Ele.

Deixe uma resposta