Olhando, mesmo que superficialmente, para a realidade deste mundo sem distâncias, em que as notícias chegam quase de imediato, vamo-nos apercebendo que é um mundo “sem rei nem roque”. Para onde nos conduzem os caminhos que trilhamos?
Por muito positivos que sejamos, não podemos fechar os olhos às realidades negativas que envolvem a maior parte dos nossos comportamentos pessoais, sociais, culturais e religiosos.
– Quem tem culpa? – Todos. Absolutamente todos, sem qualquer dúvida!
Precisamos de nos interrogar sobre as forças que nos controlam, quer sejam as nossas paixões, quer sejam as pressões a que estamos diariamente sujeitos. Famílias sem valores, sociedade que não forma nem sequer civicamente, políticas generalizadas de corrupção, uma Igreja ao sabor das marés, sem coragem e com medo do futuro … Mas há quem grite bem alto: Deus é o Rei e Senhor do mundo. Acolhe-O, anuncia-O e verás surgir mundo novo. (P.C.L.)

Deixe uma resposta